Inflação em fevereiro? Boas notícias: Na zona euro recuou para 2,6%

Inflação em fevereiro? Boas notícias: Na zona euro recuou para 2,6%

Boas notícias para o mês de fevereiro: A taxa de inflação na zona euro começa agora a abrandar, tendo descido para 2,6%. Saiba o que está em causa. 

08 Mar 20242 min

Gostou do que leu? Partilhe!

Os preços podem começar a baixar, mas as suas prestações vão manter-se as mesmas... Quer reduzi-las também? Fale com um intermediário de crédito ou mediador de seguros da Poupança no Minuto, podemos ajudá-lo gratuitamente! 

Taxa de inflação em fevereiro abranda na zona euro 

A taxa de inflação homóloga na zona euro recuou, no mês de fevereiro, para os 2,6%. A estimativa é lançada pelo Eurostat e partilhada pelo Notícias ao Minuto

Em nota comparativa, em janeiro a taxa de inflação homóloga estava em 2,8%, medida pelo Índice Harmonizado dos Preços ao Consumidor (IHPC), e em fevereiro de 2023 foi de 8,5%. 

Além disso, os dados apontam também para uma taxa de inflação subjacente, excluindo as componentes com preços mais voláteis (como energia, alimentos não processados e tabaco), de 3,1% - tendo também desacelerado. 

A notícia explica ainda que “considerando as principais componentes do indicador, o serviço estatístico europeu refere que a da alimentação, álcool e tabaco deverá apresentar a maior taxa de inflação em fevereiro (4,0%), seguida pela dos serviços (3,9%), a dos bens industriais não energéticos (1,6%) e a da energia, com uma taxa negativa de 3,7%”. 

Relativamente aos outros países da zona euro, o país que apresentou em fevereiro a menor taxa de inflação homóloga foi a Letónia, com 0,7%, seguido da Lituânia, com 1,1%, e da Finlândia, com 1,2%. Contrariamente à Croácia, Estónia e Áustria, que apresentaram taxas de inflação acima de 4,4%. 

Sobre a inflação subjacente, o indicador também medido pelo IHPC, em Portugal a taxa também recuou para 2,3% - comparativamente aos 2,5% de janeiro, e 8,6% de fevereiro de 2023. 

Com a inflação a recuar, os preços começam a estabilizar. Mas quer potencializar ainda mais a poupança para o seu orçamento mensal? Se tiver créditos e/ou seguros, a Poupança no Minuto pode ajudá-lo a baixar prestações através dos seus serviços gratuitos de intermediação de crédito e mediação de seguros! Fale connosco e fique a perceber como o podemos ajudar. 

Newsletter

Assine a nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo.



Crédito habitação