Quais as profissões mais bem pagas em Portugal em 2024?

Quais as profissões mais bem pagas em Portugal em 2024?

Segundo dados divulgados pelo ManpowerGroup, conheça quais as profissões mais procuradas e as mais bem remuneradas em Portugal, atualmente. 

23 Jan 20249 min

Gostou do que leu? Partilhe!

A precisar de aumentar o seu orçamento? Se tiver contratos de créditos e seguros, saiba que é possível renegociar as condições dos mesmos, ou até transferi-los para novas entidades. Fale com os intermediários de crédito e mediadores de seguro da Poupança no Minuto e descubra como o podemos ajudar. Mas conheça, primeiro, as profissões nas quais mais vale a pena investir em Portugal em 2024. 

Conheça a lista das profissões mais bem pagas atualmente 

Os dados são do ManpowerGroup, e citados por publicação do Notícias ao Minuto, e demonstram que “num contexto em que o mercado de trabalho é marcado por profundas alterações, aceleradas pela transformação digital e pela construção de novos modelos de negócio, a procura por talento qualificado, capaz de suportar as empresas na resposta aos desafios do mercado, está a aumentar”.  

O comunicado foi divulgado pelo grupo ao site de notícias, por forma a destacar “a importância das remunerações na atração e retenção de talento nas empresas”. 

Por isso, se está à procura de trabalho, ou em processo de escolha da área na qual quer investir, em 2024, observe a seguinte lista consoante os valores anuais recebidos: 

1. Diretor Geral dos Setores da Indústria/Serviços (110.000€ - 130.000€/ ano) 

"O Diretor Geral dos Setores da Indústria e dos Serviços é o principal executivo encarregue de liderar e supervisionar todas as operações e aspetos estratégicos de uma empresa nos setores de indústria ou serviços. É responsável por tomar decisões estratégicas que afetam diretamente o desempenho e a orientação da empresa. Lidera a equipa executiva, define metas organizacionais e assegura a execução eficaz das iniciativas. Espera-se que demonstre uma combinação de capacidade de liderança, visão estratégica, tomada de decisões assertivas e competências de comunicação eficazes. Outras características essenciais para o sucesso neste cargo são o potencial para adaptar a organização a um ambiente em mudança constante e a procura contínua pela inovação." 

2. Diretor Industrial (90.000€ - 130.000€/ ano) 

"O Diretor Industrial desempenha um papel crucial na gestão de uma central de produção, supervisionando todas as operações, desde a produção, ao aprovisionamento e à manutenção, enquanto garante que as políticas e procedimentos são seguidos de forma a assegurar a qualidade, segurança e eficiência. As suas responsabilidades vão desde a gestão da equipa até à manutenção das instalações e equipamentos, exigindo, assim, competências que ultrapassam o conhecimento técnico operacional. A senioridade desta função exige experiência na gestão de unidades industriais, capacidades de gestão de pessoas, bem como conhecimentos de princípios de gestão financeira e operacional. A formação em Engenharia é também essencial, porém, devido à significativa influência da evolução tecnológica na indústria, espera-se que estes profissionais procurem adquirir novos conhecimentos ao longo da sua carreira." 

3. Diretor de Compras (80.000€ - 120.000€/ ano) 

"O Diretor de Compras é o responsável pelo planeamento e controlo das aquisições de maquinaria, equipamentos e materiais da organização, alinhando-as com as políticas e necessidades das empresas. As suas responsabilidades incluem também a gestão de processos, como a contratação de novos fornecedores, e a implementação de estratégias de negociação para obter as melhores condições, abrangendo prazos de entrega e termos de pagamento, entre outros fatores. Além disto, assume a tarefa de monitorizar métricas-chave para reduzir despesas e melhorar a eficiência operacional da empresa. A este profissional, de significativa importância na organização, exige-se não apenas vasta experiência na otimização da rentabilidade através do processo de compras, mas também competências como a resolução de problemas, resiliência, capacidade de negociação e comunicação." 

4. Diretor Financeiro (90.000€ - 100.000€/ ano) 

"O Diretor Financeiro é o executivo sénior responsável por supervisionar e gerir as operações financeiras de uma organização. A sua atuação é crucial para a saúde financeira e o sucesso a longo prazo da empresa. Este profissional desempenha um papel estratégico na tomada de decisões financeiras, participando ativamente do planeamento e implementação de estratégias que visam o crescimento sustentável da empresa. É também responsável por gerir orçamentos, analisar investimentos, coordenar a elaboração de relatórios financeiros e assegurar o cumprimento de regulamentações. Além da formação em finanças ou contabilidade, o Diretor Financeiro deve demonstrar competências analíticas, visão estratégica e profundo conhecimento do ecossistema económico e de mercado. A capacidade de comunicar informações financeiras de maneira clara e eficaz é crucial, assim como a aptidão para liderar equipas e colaborar com outros setores da empresa. A experiência no cargo é altamente valorizada e, com as áreas financeiras sob escrutínio de acionistas, a sua capacidade em equilibrar resultados e gerir com eficiência contas e desempenho torna-se essencial." 

5. Diretor Comercial (75.000€ - 100.000€/ ano) 

"O Diretor Comercial é responsável por impulsionar o crescimento das receitas e maximizar os resultados comerciais de uma empresa. O seu papel é fundamental no desenvolvimento e execução de estratégias de vendas eficazes. Supervisiona as equipas de comerciais, define metas de vendas e implementa estratégias para alcançar esses objetivos. Desempenha também um papel crucial na identificação de oportunidades de mercado, no desenvolvimento de parcerias estratégicas e na expansão da base de clientes. A par destas funções, deve demonstrar competências de liderança, negociação e comunicação eficazes." 

6. Engenheiro de DevOps (60.00€ - 100.000€/ ano) 

"DevOps é um conjunto de práticas e processos que visam acelerar e automatizar aspetos dos processos de desenvolvimento, testes e lançamento de software, sites e aplicações, permitindo a entrega contínua e atualizações de segurança. Um profissional de DevOps tem como principal função facilitar a colaboração e a integração entre as equipas de desenvolvimento (Dev) e operações (Ops) de uma organização da área das Tecnologias da Informação, contribuindo para criar um ambiente de trabalho fluido e eficiente, promovendo a entrega contínua de software de alta qualidade. O engenheiro de DevOps é um generalista de TI que deve ter um amplo conhecimento de desenvolvimento e operações, incluindo programação, gestão de infraestrutura, administração de sistemas e ferramentas de DevOps. Deve ainda prevenir erros e detetar problemas, automatizando ao máximo as operações e monitorizando continuamente o desempenho do software." 

7. Consultores SAP (45.000€ - 90.000€/ ano) 

"Um consultor SAP é um profissional responsável por oferecer suporte às empresas e organizações durante todo o processo de implementação e uso do software de gestão desenvolvido pela SAP. Devido à complexidade desta solução e à multiplicidade de funções que oferece - nomeadamente em áreas como a gestão de operações, produção, contabilidade, recursos humanos, entre outras -, a sua implementação e utilização exige orientação de um profissional devidamente qualificado. O consultor SAP deve ter, por isso, experiência com programação e desenvolvimento de software, e conhecimento em áreas como a gestão de empresas, finanças e contabilidade, para compreender melhor as necessidades do cliente e recomendar soluções adequadas. A sua função passa também por capacitar os colaboradores a utilizar o sistema." 

8. Cibersecurity Specialists (40.000€ - 90.000€/ ano) 

"Um especialista em cibersegurança assegura a implementação de programas que visam proteger os sistemas, redes e dados de uma organização contra ciberataques, monitorizando os sistemas e redes, e avaliando constantemente as possíveis vulnerabilidades e seus impactos. Este profissional está encarregue de garantir que as melhores práticas são adotadas, através de medidas técnicas de segurança como a configuração de firewalls, antivírus, gestão e monitorização dos acessos, realização de testes a vulnerabilidades, entre outras. Adicionalmente, deve também gerir quaisquer incidentes de segurança, removendo as ameaças e implementando medidas para prevenir incidentes futuros." 

9. Cloud Architect (60.000€ - 85.000€/ ano) 

"O Cloud Architect é o responsável pela gestão e manutenção do sistema de cloud computing de uma organização. Deve desenvolver e implementar as estratégias de cloud, avaliar aplicações e hardware e assegurar o funcionamento eficaz dos sistemas de cloud. Este profissional avalia e seleciona fornecedores de serviços cloud, estabelece as melhores práticas para a adoção da cloud e trabalha com as equipas de TI para monitorizar a privacidade da cloud e resolver problemas técnicos. Deve, também, formar as equipas da organização sobre a melhor forma de utilizar as aplicações necessárias." 

10.  Software Engineers (42.000€ - 75.000€/ ano) 

"Software Engineers, são profissionais com conhecimentos aprofundados em linguagens de programação, desenvolvimento de software e sistemas operativos que aplicam os princípios de engenharia à criação de software. Estes profissionais utilizam linguagens de programação, plataformas e arquiteturas para desenvolver desde jogos de computador a sistemas de controlo de redes. Para além de criarem os seus próprios sistemas, os engenheiros de software também testam, melhoram e fazem a manutenção do software criado por outros engenheiros. A procura de Software Engineers especializados continua a crescer e a alargar-se a quase todos os sectores, à medida que as empresas têm necessidades de software mais complexas. Esta elevada procura, a par da falta de profissionais disponíveis no mercado, faz desta uma das funções mais procuradas em 2024 e também uma das mais bem pagas." 

Recorde que a explicação detalhada de cada uma destas profissões é dada pelo Manpowergroup, citada de publicação do Notícias ao Minuto. 

Se o seu foco é a potencialização dos seus rendimentos mensais, pode recorrer a algumas estratégias para poupar no seu orçamento mensal. No caso de ter créditos e/ou seguros, é possível baixar prestações se comunicar com as entidades contratantes. Contactando um intermediário de crédito e mediador de seguros, como a Poupança no Minuto, consegue recolher várias propostas diferentes e encontrar uma melhor e com condições mais adequadas ao que procura! 

Newsletter

Assine a nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo.



Crédito habitação