Dia Mundial da Poupança: Conheça 3 clientes que ajudámos a poupar em créditos e seguros

Dia Mundial da Poupança: Conheça 3 clientes que ajudámos a poupar em créditos e seguros

A Poupança no Minuto tem como maior propósito ajudar os clientes a poupar com os seus créditos e seguros. Por isso, no Dia Mundial da Poupança, mostramos-lhe 3 casos de clientes que acompanhámos, e que acederam às melhores propostas nos seus produtos, com os nossos serviços gratuitos. 

30 Oct 20235 min

Gostou do que leu? Partilhe!

Precisa de poupar com os seus créditos e seguros? Não perca tempo, contate já os nossos serviços! Ou fique a conhecer 3 casos de sucesso neste artigo. 

Marco: “Sem sombra de dúvidas, foi essencial” 

Marco foi um dos clientes que ajudámos e que garante que ter recorrido aos serviços de mediação de seguros, para ter acesso à “melhor oferta”, bem como à “segurança de um profissional do ramo”. 

Com base no que Marco procurava, os nossos agentes fizeram pesquisas dentro do que o mesmo indicou, fornecendo opções e “todo o suporte para a conclusão do processo”, como refere. 

O cliente ressalva que, além de tido apoio para encontrar e escolher a proposta certa para si, ao ter acedido aos nossos serviços gratuitos, poupou tempo na comparação e análise das diferentes propostas. 

Por isso, Marco conclui que o serviço de um mediador de seguros “sem sombra de dúvidas, foi essencial”, para que encontrasse o seguro adequado dentro das “alternativas que foram oferecidas”, as quais, admite, que não procuraria por si só.  

As opções apresentadas, com as respetivas coberturas, tiveram por base as necessidades e as preferências do cliente, o que Marco aponta ser “um trabalho diferenciado e de extrema importância na busca do melhor custo-benefício”.  

Então, foi através de um serviço gratuito que os nossos agentes trataram da pesquisa e documentação deste processo, “com toda a segurança e profissionalismo”, como realça Marco. 

Kristen: “Ajudou-me a compreender todo o processo” 

Ajudámos Kristen no seu processo de compra de casa em Portugal, com crédito habitação para não residentes, sem falar português e iniciando o processo “em modo sonhadora”, como nos confessa. 

Kristen começou a sua procura sozinha através de plataformas como o Idealista, para estudar o mercado, valores e localizações. Depois, contratou “uma pequena agência imobiliária recomendada por um amigo”, que a ajudou a perceber o que procurava exatamente, ao enviar listas de casas online para que poupasse tempo na visita dos imóveis. 

Para o seu crédito habitação não residentes, Kristen recorreu então aos nossos serviços de intermediação de crédito. No seu caso, afirma ter sido importante na reunião das declarações de impostos portugueses e dos Estados Unidos, e dos seus recibos verdes, documentos necessários para entregar ao banco na contratação do empréstimo. 

Por ser trabalhadora independente, Kristen admite que ter ajuda foi essencial, uma vez que a sua situação era “diferente de pessoas que têm contrato de trabalho”, mas que nem isso fez o intermediário recuar.  

A contratação do crédito decorreu toda de forma digital, com o envio da documentação “de forma segura, através do WeTransfer”, e sem precisar de “traduzir ou pagar por tradução”, como ressalva a americana.  

Porém, noutros aspetos, contratar um empréstimo para não residentes não é simples e foi aí que os nossos serviços marcaram relevância para Kristen. “O intermediário de crédito ajudou-me a compreender todo o processo de crédito habitação, e a negociar com os bancos para garantir as melhores condições”, destaca. 

Então, Kristen confessa que, depois da sua experiência connosco, passou a recomendar os serviços de intermediação de crédito a amigos. Isto porque, a quem contou, foi difícil acreditar “no quão fácil decorreu o processo”: “Encontrei o apartamento, consegui o meu crédito habitação aprovado, fiz uma oferta para um imóvel, assinei o CPCV (Contrato Promessa Compra e Venda), e efetivei a escritura, tudo dentro de um só mês”, repara a agora proprietária. 

Clientes como a Kristen afirmarem que não fariam “nada de diferente”, são gratificantes para os nossos agentes. Essencialmente por ter sido mais uma cliente que ajudámos a conseguir a melhor proposta de crédito, de forma a conseguir poupar ao máximo com esta prestação. 

Mónica: “Recomendo fortemente, super profissional” 

A cliente Mónica já conhecia os nossos serviços, pelo que recorreu diretamente enquanto primeiro passo quando decidiu comprar uma casa em Portugal. 

Neste caso, a aquisição do imóvel decorreu previamente à conclusão da casa, que estaria ainda em desenvolvimento com o construtor. 

Com a nossa ajuda, Mónica teve acesso ao seu crédito habitação não residentes de forma facilitada. Da mesma forma que Kristen, o seu processo foi tratado de forma digital e segura. 

A cliente indica que o intermediário de crédito a ajudou “ao longo de todo o processo, do primeiro contacto até à escritura”, o que a poupou de comparar as diferentes simulações de financiamento por si.  

Por terem tratado de toda a burocracia e ajudado a optar pelo empréstimo certo para si, Mónica refere: “Sem dúvida nenhuma, recomendo fortemente, super profissional”. 

Estes são três casos em que a Poupança no Minuto foi bem-sucedida na sua missão de ajudar os clientes a poupar. 

Neste Dia Mundial da Poupança, opte por dar uma folga às suas finanças: Contacte-nos e comece a poupar com os seus créditos e seguros ainda hoje! 

Newsletter

Assine a nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo.



Crédito habitação