Incerteza nas expectativas para a inflação? Saiba como garantir maior estabilidade financeira

Incerteza nas expectativas para a inflação? Saiba como garantir maior estabilidade financeira

A incerteza dos consumidores face aos valores que a inflação atingirá nos próximos tempos tem crescido, como apurou o Banco Central Europeu (BCE). Perante esta incerteza, saiba como garantir maior estabilidade na carteira. 

27 Nov 20233 min

Gostou do que leu? Partilhe!

Poupança com créditos e/ou seguros? Veio ao sítio certo... Os intermediários de crédito e mediadores de seguro da Poupança no Minuto podem ajudá-lo a baixar prestações! Saiba como. Ou perceba primeiro o que se espera da inflação e como se proteger. 

Inquérito do BCE revela que consumidores esperam uma inflação de 4% nos próximos 12 meses 

Mediante notícia partilhada pelo Notícias ao Minuto face à realização de um inquérito mensal virtual por parte do Banco Central Europeu (BCE) a 14.000 consumidores da Bélgica, Alemanha, Espanha, França, Itália e Países Baixos, a expectativa da amostra é que a inflação corresponda a 4% nos próximos 12 meses. Este é um valor que se contrapõe com as expectativas de agosto, que chegavam aos 3,5%. 

Além disso, os consumidores esperam que a inflação atinja os 2,5% nos próximos três anos, valor que se mantém perante o inquérito de agosto. 

O inquérito mostrou ainda que os consumidores consideraram a inflação na zona euro em setembro igual a 8%, tendo considerado 7,9% em agosto. 

Em termos homólogos, a inflação na zona euro em setembro correspondeu a 4,3%, valor este sendo o mais baixo nos últimos dois anos. 

Quanto aos próximos 12 meses, a incerteza sobre o que se espera da inflação aumentou, segundo o BCE. 

“As perceções e expectativas de inflação estavam em linha em todos os grupos de rendimentos, embora os mais jovens, com idades entre os 18 e os 34 anos, continuem a percecionar e a esperar uma inflação mais baixa do que os mais velhos, com idades entre os 55 e 70 anos”. 

Como garantir estabilidade financeira na incerteza? 

Perante a instabilidade da conjuntura económica atual, o que pode fazer para garantir uma maior estabilidade? 

Existem algumas estratégias de poupança que pode aplicar na sua rotina, como a realização de um orçamento mensal para organizar e rastrear os seus rendimentos versus as suas despesas.  

Neste orçamento, é sempre essencial colocar uma parte dos ganhos alocados à poupança. Isso sim trará estabilidade e segurança, caso se veja perante uma situação inesperada mais desafiante monetariamente. 

E no caso de ter um crédito habitação associado a uma taxa variável, estando sujeito às variações, e atuais subidas, das taxas Euribor nos diferentes prazos, o que pode fazer é alterar o regime de taxa para uma taxa fixa ou mista. Assim, garante sempre o mesmo valor de prestação mensal, sem que se surpreenda face a fatores externos. Para isso, pode tentar renegociar as condições do seu crédito com o seu banco, ou transferir o crédito para outra entidade bancária. 

Se necessitar de ajuda para esse processo, contacte a Poupança no Minuto. Temos disponíveis intermediários de crédito que, com um serviço gratuito, analisam o seu caso e apresentam-lhe outras propostas com as condições de que procura! 

Newsletter

Assine a nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo.



Crédito habitação