Estrangeiros continuam a representar mais de 22% da procura de casa em Portugal

Estrangeiros continuam a representar mais de 22% da procura de casa em Portugal

A procura de casa por parte de estrangeiros em Portugal abrandou. Ainda que continue a representar mais de 22% da procura, o fim dos vistos gold e do regime para Residentes Não Habituais (RNH) ditou este arrefecimento. No entanto, sabia que está agora em vigor um RNH 2.0.? Saiba mais, neste artigo. 

04 Mar 20243 min

Gostou do que leu? Partilhe!

É estrangeiro e procura investir num imóvel em Portugal? Encontre a casa e o crédito habitação não residentes, certos para si! Para o efeito, conte com a ajuda da agência imobiliária Casa no Minuto e os intermediários de crédito da Poupança no Minuto

Procura de casa por estrangeiros em Portugal arrefece, mas continua a representar mais de 22% 

Com o fim dos vistos gold e o fim do regime para Residentes Não Habituais (RNH), a procura de casa para comprar e arrendar em Portugal por estrangeiros abrandou. 

Os dados são revelados pelo Idealista e atribuem a causa deste arrefecimento na procura com o fim dos benefícios fiscais

“O fim anunciado destes benefícios fiscais coincide com um arrefecimento na procura internacional de casas à venda no final de 2023, sobretudo pelos norte-americanos. E, no mesmo período, também se observou uma diminuição do interesse estrangeiro em arrendar casa em Portugal, tal como sugerem os dados do idealista/data”, pode ler-se sobre comunicado do Idealista, no Notícias ao Minuto

No entanto, ainda que a procura tenha abrandado, “os estrangeiros continuam a representar mais de 22% do total da procura de casas para comprar e arrendar no nosso país”. 

De acordo com os mesmos dados, “no Funchal (45,3%), Ponta Delgada (40,1%), Faro (32,7%) e Viana do Castelo (31,1%), três em cada 10 pessoas que procuraram casas para comprar eram estrangeiros”, explica a notícia. 

Fim dos vistos gold e regime RNH, mas começo de um novo RNH 2.0. 

Os vistos gold e o regime para Residentes Não Habituais (RNH) terminaram, mas em compensação está agora em vigor um novo incentivo fiscal: o novo RNH 2.0., por forma a atrair talentos e promover a investigação e inovação no país. Ressalve-se que existe uma norma transitória para aplicação do regime, para quem beneficiava ou estava em processo de transferência fiscal para Portugal

Este novo regime consiste numa taxa especial de 20% sobre os rendimentos profissionais (contrato de trabalho ou prestação de serviços), além de uma isenção sobre a maior parte dos rendimentos recebidos no estrangeiro (excetuando as pensões de reforma). 

Pode ter acesso a este incentivo fiscal durante um período de 10 anos consecutivos, se se mantiver residente fiscal em Portugal e a receber os rendimentos das atividades elegíveis. 

Quer saber mais sobre este incentivo, para que possa comprar a sua casa em Portugal? Fale com um intermediário de crédito da Poupança no Minuto! Podemos ajudá-lo de forma gratuita na contratação do seu crédito habitação não residentes,  e os consultores imobiliários da Casa no Minuto na procura do imóvel! Por isso, se é estrangeiro em Portugal, conte com o nosso apoio ao longo de todo o seu processo de investimento num imóvel em Portugal!

Newsletter

Assine a nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo.



Crédito habitação