Crédito habitação: Mais de metade dos novos contratos foram com taxa mista

Crédito habitação: Mais de metade dos novos contratos foram com taxa mista

A taxa mista tem sido um regime de juro a que os portugueses têm aderido muito ao contratar um crédito habitação, como confirma agora o Banco de Portugal. Perceba porquê, neste artigo. 

14 Nov 20233 min

Gostou do que leu? Partilhe!

Está à procura de contratar um crédito habitação? Os intermediários de crédito da Poupança no Minuto estão aqui para o ajudar. Saiba qual o impacto da taxa mista, em seguida, para tomar decisões mais informadas. 

Mais de metade de novos créditos habitação com taxa mista em setembro  

Segundo divulgou o Banco de Portugal, informações partilhadas pelo Notícias ao Minuto, em setembro foram mais de metade os novos créditos habitação contratados com taxa mista. Neste caso, totalizando 55% de novos empréstimos habitação com este regime de taxa. 

Note que uma taxa de juro mista permite que tenha acesso a uma taxa fixa num período inicial, como dois anos, por exemplo, e, depois desse prazo, volte à taxa variável. 

Taxa de juro média de novos contratos aumentou em setembro 

A par com o aumento de contratos de empréstimos habitação com taxa mista, também a taxa de juro média dos novos contratos aumentou no mês de setembro. 

De acordo com o Banco de Portugal, a taxa de juro média subiu de 4,23% em agosto para 4,26% em setembro. 

Além disso, também os novos contratos de crédito a particulares aumentaram mais 165 milhões que em agosto, equivalendo a 2.504 milhões. Sendo que nos créditos habitação houve um acréscimo de 141 milhões de euros, e em créditos para outros fins um aumento de 39 milhões de euros. Apenas nos créditos para consumo se observou um decréscimo, de 15 milhões de euros. 

Relativamente à prestação mensal média do stock de créditos com finalidade de habitação própria e permanente aumentou para 413 euros em setembro, mais seis euros do que em agosto. Comparando este valor com setembro de 2022, pode verificar-se um aumento de 109 euros na prestação média mensal. 

Qual o impacto de contratar uma taxa mista? 

Como mencionado, a taxa mista implica contratar os dois regimes de taxa juntos, mas divididos num período de tempo. Primeiramente, a taxa mista começa com um valor de taxa fixa durante um certo período, dependendo da campanha, retornando depois à taxa variável. 

Atualmente, as taxas Euribor, indexante associado à taxa variável, estão por volta dos 4%, dependendo do prazo contratado. Contrapondo, existem campanhas de taxa mista em que é possível fixar a taxa num período inicial a partir de 3,00%, valor bastante mais reduzido que as taxas Euribor neste momento. 

Então, é por isso que este é o regime de taxa de juro a que os portugueses mais têm aderido. Isto porque conseguem aceder a um valor de taxa mais baixo agora, voltando depois à taxa variável na altura em que se prevê que as taxas de juro e taxas Euribor voltem a baixar. 

Está à procura de contratar um crédito habitação? Contacte os intermediários de crédito da Poupança no Minuto para ter acesso, de forma gratuita, a simulações do seu caso específico e ajuda na escolha da melhor proposta de crédito para si.  

Caso tenha já um crédito habitação com taxa variável e queira alterar o regime de taxa de juro, os agentes da Poupança no Minuto podem ajudá-lo com uma transferência do crédito para outro banco com condições diferentes. 

Newsletter

Assine a nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo.



Crédito habitação