Rendas: Custo médio estabilizou em março

Rendas: Custo médio estabilizou em março

Se está à procura de casa, saiba que o arrendamento manteve o custo médio em março. Conheça os números. 

01 Apr 20242 min

Gostou do que leu? Partilhe!

À procura de casa para arrendar e precisa de um apoio extra para o custo inicial? Fale com os intermediários de crédito da Poupança no Minuto! Saiba que ajudamos a concretizar os seus sonhos, através de um serviço gratuito. 

Custo médio do arrendamento em março estabilizou 

Segundo dados apurados pelo Imovirtual e divulgados pelo Notícias ao Minuto, o custo médio do arrendamento estabilizou no mês de março, face a fevereiro. No entanto, o valor subiu 33% comparando com o mesmo período em 2023

Os distritos que marcaram a maior subida de valores nas rendas, comparando com março de 2023, foram Beja, Setúbal, Lisboa, Faro, Évora e Santarém. 

Por outro lado, o distrito que registou a maior descida da renda média em março este ano foi Portalegre, menos 28% que fevereiro (ficando em 380 euros). Em seguida, foi o distrito de Leiria, menos 6% face a fevereiro, tendo a renda média se fixado em 850 euros. 

“Em relação ao valor médio dos imóveis para arrendar, verifica-se um aumento na renda média de +33%, estando 320 euros mais caro, quando comparado com o mesmo período do ano passado. Apesar de estarmos a verificar uma ligeira estabilização dos valores médios, em março houve um aumento (+4%), fixando-se agora em 1.300€, comparado com o mês passado”, pode ler-se na notícia partilhada. 

Se necessita de financiamento para os custos iniciais do arrendamento de um imóvel, aceda à melhor proposta de crédito com o serviço sem custos de intermediação de crédito da Poupança no Minuto

No caso de ponderar, ao invés disso, comprar uma casa, o crédito habitação é a nossa especialidade... simule o seu aqui. 

Newsletter

Assine a nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo.



Simuladores